IPEMestrado Profissional em Conservação da Biodiversidade e Desenvolvimento Sustentável

Curso homologado pelo CNE( Portaria nº1077 de 31/08/2012).

Alinhados com o compromisso de preservar os recursos socioambientais brasileiros, o IPÊ, o Instituto Arapyaú e a Natura se uniram para a criação deste projeto inovador: a ESCAS – Escola Superior de Conservação Ambiental e Sustentabilidade.

Com sede em Nazaré Paulista (São Paulo), a Escola oferece o Mestrado Profissional em Conservação da Biodiversidade e Desenvolvimento Sustentável. O curso é voltado aos profissionais de empresas privadas, governo e terceiro setor.

O programa de mestrado profissional é um curso de pós-graduação stricto-sensu, aprovado e reconhecido pela CAPES, e que fornece ao aluno o diploma de Mestre. Possui um conteúdo elaborado para trazer a prática e a teoria conjuntamente, capacitando para uma atuação profissional transformadora.

Em 2009, O Instituto Arapyaú se juntou á esta iniciativa, e criou-se uma Turma extra-campus em Serra Grande – BA.  Em 2010 a Fibria se juntou como parceira e lançamos a Segunda Turma.

Agora em 2013, novamente com  a parceria do Instituto Arapyaú e Fibria, estão abertas as inscrições para a Quarta Turma Extra-Campus em Serra Grande – BA. 

As inscrições vão de 03 de Junho a 08 de Julho de 2013.

Veja abaixo como será o processo seletivo e que documentos devem ser enviados. 

Pré-requisito para seleção.

Nesta turma específica para a Bahia todos os candidatos devem ser profissionais atuantes na região sul e extremo sul da Bahia.

INSCRIÇÕES E PROCESSO SELETIVO

Os candidatos devem preencher a ficha de inscrição no site (www.escas.org.br) e pagar uma taxa de R$ 100,00, através de depósito identificado no banco Bradesco Agência 712-9 C.C. 7959-6 em nome de Instituto de Pesquisas Ecológicas até o dia 8 de Julho de 2013.

VAGAS

O Mestrado Profissional em Conservação da Biodiversidade e Desenvolvimento Sustentável oferecerá para o Curso modular (extra campus): até 12 vagas para o ano letivo de 2013.

A seleção constará de três etapas: avaliação de documentos, prova de redação e entrevistas presenciais com um comitê de professores.

– Primeira etapa de corte: avaliação dos documentos (somente alunos com média igual ou superior a sete serão chamados para as provas e entrevistas) – veja critérios de nota em anexo.

Nos dias 23 ocorrerá a prova e nos dias 24 e 25 de Julho ocorrerão as entrevistas presenciais, onde cada candidato será arguido por um Comitê de Seleção formado por representantes dos parceiros (IPÊ/Instituto Arapyaú e Fibria).  Cada entrevista terá a duração de no máximo uma hora, e serão agendadas após a primeira fase da seleção.

As provas e entrevistas serão realizadas em Serra Grande – município de Uruçuca, na Associação de Produtores Rurais.

 

Os candidatos devem enviar os seguintes documentos para a Coordenação até o dia 8 de julho/2013:

– Currículo (constando endereço atual e contatos telefônicos e de e-mail) – no formato Lattes.

– Carta de intenções (apresentando os motivos do candidato para realizar este mestrado)

– 1 Carta de recomendação

ENDEREÇO PARA ENVIO DO MATERIAL – Aos cuidados da Profa. Cristiana Martins e-mail: cristi@ipe.org.br com cópia para mestrado@ipe.org.br (Somente serão aceitos materiais enviados por e-mail).

                                                                              Critérios avaliados na documentação

Curriculum Vitae:

Publicação (livro, periódicos, divulgação)
Participação em eventos com temas ambientais
Experiências didáticas: palestras e cursos
Trabalhos com temas ambientais (tempo)
Trabalho voluntário
Liderança de grupos de trabalho (tempo)
Línguas

Carta de intenções:

Perspectivas futuras
Aplicabilidade dos conhecimentos
Pró-atividade
Motivação
Propensão ao trabalho em grupo
Empreendedorismo
Iniciativa
Espírito crítico
Objetividade/clareza
Interesse em interdisciplinaridade

Carta de recomendação:

Dedicação
Demonstração de conhecimento do candidato
Relato do histórico do candidato (qualidade)
Justificativa de aplicação do aprendizado
Empreendedorismo
Iniciativa
Personalização da carta
Ser disciplinado
Espírito crítico
Criatividade
Propensão ao trabalho em grupo
Liderança
Perspectivas futuras

** A publicação dos candidatos selecionados será cinco dias após o término das entrevistas, devendo os candidatos se organizar para iniciar as aulas na semana de 26 de Agosto/2013.

Maiores informações sobre o conteúdo programático em www.escas.org.br (Curso extra-campus Bahia)

 LOGÍSTICA

O curso é subsidiado parcialmente pelos parceiros, tendo o participante que arcar com as seguintes despesas:

– Transporte ao local do curso (Serra Grande, município de Uruçuca);

– Hospedagem por uma semana/mês;

– Pesquisa e impressão do trabalho de conclusão;

– Comunicação durante as semanas de curso (internet e telefone). Não há internet na sala de aula.

– Despesas com jantar na semana do curso.

As aulas serão realizadas na Associação de Produtores Rurais de Serra Grande, uma semana por mês (datas agendadas após o processo seletivo).  Este calendário será apresentado aos candidatos aprovados na seleção.

Cada aluno selecionado assinará um contrato com o programa, se comprometendo a reembolsar o investimento feito pelos parceiros caso não consiga finalizar o curso no prazo de 24 meses (estipulado pelo Regimento do Curso).

Nesta turma, os parceiros selecionaram alguns temas prioritários para o desenvolvimento dos Trabalhos de Conclusão:

– Cadeias Produtivas/Novos negócios sustentáveis;

– Educação na Sustentabilidade;

– Políticas Públicas de conservação e desenvolvimento

Objetivo do Curso

O curso de Mestrado Profissional em Conservação da Biodiversidade e Desenvolvimento Sustentável tem como objetivos:

  • Preparar líderes nos campos da Conservação da Biodiversidade e Desenvolvimento Sustentável;
  • Preparar profissionais que queiram usar as ferramentas acadêmicas para uma melhor tomada de decisão na prática profissional e nos demais desafios de sua profissão, mas não necessariamente se tornarem acadêmicos;
  • Preparar profissionais capazes de criar e disseminar modelos inovadores de conservação da biodiversidade e de desenvolvimento sustentável.

A quem se destina

Este curso é indicado para profissionais que desejem aprofundar sua capacitação nas áreas do conhecimento socioambiental sem seguir uma carreira acadêmica, embora o curso também os capacite para esta tarefa.

 

  • Profissionais de empresas, governo ou do terceiro setor que tenham que lidar com biodiversidade e sustentabilidade em suas atividades profissionais;

Diferenciais do Curso

Projeto Pedagógico

Este mestrado profissional surge para se tornar uma ferramenta na formação de profissionais da área socioambiental. Seu objetivo é a formação de líderes, e o conteúdo segue a abordagem do ser/saber/fazer, através da incorporação do método científico e da gestão e aplicação de conhecimentos adquiridos e compartilhados, contribuindo desta forma para uma melhor tomada de decisão no cotidiano profissional.

O que é um mestrado profissional?

“Um mestrado profissional é um novo modelo de operacionalização da formação voltada para a gestão social, a implementação de tecnologias e para o setor público, o terceiro setor e a produção industrial”. De vocação nitidamente interdisciplinar, o MP deve contribuir para integrar saberes sem concentração disciplinar, manifestando grande sensibilidade social, cultural e tecnológica. Mantém estreita relação com a academia, mas sempre em sintonia com a demanda externa à academia. 

Uma distinção entre o Mestrado Acadêmico e o Mestrado Profissional é que o primeiro forma pesquisadores, que deverão, por conseguinte – tanto enquanto cursam o mestrado quanto depois – fazer pesquisa, enquanto o segundo forma profissionais, que deverão – no futuro – saber usar, reconhecer e localizar a pesquisa. Para tanto, é conveniente que façam pesquisa durante o MP, mas sem que esta seja a sua vocação ulterior. ”( Marcuschi (2005)

Corpo Docente

O corpo docente da ESCAS é formado por pesquisadores-doutores do IPÊ e colaboradores externos, de comprovada experiência em sua área de atuação.  A mescla de profissionais acadêmicos e inseridos no mercado de trabalho traz um referencial realista ao programa.

Estrutura e Duração do Curso

O programa tem a duração de quatro semestres, distribuídos em cinco semanas cada. As disciplinas se concentram no primeiro ano do curso, com aulas condensadas oferecidas uma semana por mês.

Cada módulo semanal conta com 40 horas mensais de atividades, entre aulas teóricas e atividades práticas – exercícios e discussões.

O programa está estruturado de forma a oferecer um embasamento teórico e prático sólido e divide-se da seguinte forma:

Áreas de Concentração

Conservação da Biodiversidade

Desenvolvimento Sustentável

Linhas de pesquisa

Conservação e gestão sustentável da Biodiversidade;

Meio Ambiente, Sociedade e Sustentabilidade.

Disciplinas fundamentais (420h): Compõem o currículo obrigatório do programa, composto por um conjunto de cinco disciplinas comuns a ambas as áreas de concentração, garantindo assim uma formação uniforme aos alunos.

Trabalho de conclusão (180h): Desenvolvido sob supervisão de um comitê de orientação composto de três membros, sendo um o coordenador (professor interno ao programa). Consiste em um trabalho aplicado, no qual o aluno deverá demonstrar capacidade de sistematização da literatura existente e da aplicação de métodos e técnicas utilizadas na área socioambiental.

O título de mestre é concedido após a aprovação da defesa pública do aluno.

Grade curricular

Disciplinas fundamentais

  • Metodologia Científica
  • Tópicos em Ecologia
  • Educação ambiental, ética e aspectos humanos ligados à sustentabilidade.
  • Seminários
  • Biologia da Conservação e Resolução de Desafios

Temas de Seminários (sujeito a variações de acordo com o perfil da turma) 

Análise de Viabilidade Populacional

Avaliação de impactos ambientais

Captação de recursos e estratégias de conservação internacionais

Clima e políticas em mudanças climáticas

Conservação e Negócios

Ecologia da paisagem

Economia Ecológica

Energia e Sustentabilidade

Etnobiologia

Genética da Conservação

Gestão de organizações do Terceiro Setor

Gestão de Unidades de Conservação

Legislação Ambiental

Manejo de populações

Mecanismos Financeiros para a Conservação da Biodiversidade

Mercado de carbono

Parcerias intersetoriais

Planejamento Territorial Sustentável

Políticas Públicas e Conflitos SocioAmbientais

Seleção de áreas prioritárias para conservação

Serviços Ecossistêmicos

Sustentabilidade

Turismo com base comunitária

Workshop de Economia Criativa

Workshop de Redação

Anúncios