Category: Docentes


glauco-ipe

O contato com esse jovem professor da USP é mais uma benção nesse mestrado. Mais que um professor que sabe pescar seus alunos, Glauco é um Showman da ciência e um perseguidor de cientistas com boas HIPÓTESES. O homem mexeu com a turma, questionando os projetos de pesquisa, e colaborando com todos eles.

Com a ajuda dessa turma experiente de doutores do saber, a turma III vai chegando com um  conjunto de pesquisas de alto padrão em várias áreas estratégicas para o desenvolvimento sustentável, em especial os territórios baianos do Baixo sul, Litoral sul,  Costa do Descobrimento e Extremo sul da Bahia.

Muitíssimo obrigado, Doutor Glauco, e até o próximo encontro com as ideias.

mestrado-serra-grande

Etnobiologia – Thiago Cardoso

Thiago Cardoso antropologia

Esse é o cara. Pense o homem, a antropologia, desfaça conceitos, repense as suas convicções. Nessa mescla de conhecimentos somos direcionados a um mesmo canal de compreensão da conservação de forma ampla, mas muito objetiva. Seminários que nos fazem repensar o que é ciência, o que é a vida e o que somos nós.

Mais um seminário extraordinário. Sempre com o mesmo perfil: Alguém que dedica a vida a projetos de conservação, que abraçaram a causa, e se embrenham pelo Brasil para desenvolver projetos de conservação em parceria com as comunidades. Nosso alemão brasileiro, agora também baiano, Christoph, também traduz isso aí.

serra grande educação Christoph Knogge Christoph Knogge ecologiaChristoph Knogge ipê


Christoph Knogge ilheusChristoph Knogge mestrado profissional
Christoph Knogge mestrado escas
mestrado bahia escas ipe

images

Super aprendizado com o seminário de Palmiere da IMAFLORA – Instituto de Manejo e Certificação Florestal e Agrícola. Currículo Lattes

A IMAFLORA é mais um caso de sucesso no terceiro setor nessa trilha da conservação. Como o IPÊ, abre caminhos e avança no entendimento amplo da conservação da biodiversidade. Profissionalismo, e criatividade. Obrigado Palmiere!

O entendimento do que é a Amazônia fica mais claro, e menos abstrato, a cada dia no decorrer seminários do mestrado, através da experiência e empenho dos professores em ajudar essa região.

AQUI: Lei do Sistema de Unidades de Conservação Estadual da Amazônia

roberto-palmieriroberto-palmieri-ipe

roberto-ipê-serra-grande

[youtube http://www.youtube.com/watch?v=_eHuf97soC4&w=420&h=315]

andrea-peçanha-ipê-escas

andrea-peçanha-ipê

andrea-peçanha-serra grande

andrea-peçanha-travassos

ipe-escas-bahia

Karin Rettl

PRÁXI – Consultoria Socioambiental

Formação:

FGV – Fundação Getúlio Vargas: MBA – Gestão de Projetos Estratégicos, FIA/USP: MBA – Empreendedorismo Social, SENAC: Gestão Ambiental, Pós- Graduação.

EMPRESAS: Investimento Social e Responsabilidade Social;

ORGANIZAÇÕES DO TERCEIRO SETOR: O planejamento e organização de cadeias produtivas sustentáveis.

karin-rettl

karin-ipe

claudio-padua-bahia

Uma aula diferente, aberta e participativa, uma conversa firme e sincera com cada mestrando para colher bons frutos dessa parceria: Bons produtos de pesquisa.

claudio padua ipe serra grande escas

Administrador de empresas e biólogo. Mestre em estudos latino-americanos e Doutor em Ecologia pela Universidade da Flórida, em Gainesville, EUA. É professor aposentado da Universidade de Brasília.  Reitor da Escola Superior de Conservação e Sustentabilidade e Vice-Presidente do IPÊ, Claudio é também pesquisador associado sênior do Centro de Estudos Ambientais e de Conservação da Columbia University e diretor internacional de conservação do WildlifeTrust Alliance, ambos em Nova Iorque (EUA). Membro do conselho de sustentabilidade da Aracruz Celulose e Papel S/A e Danone e conselheiro do Funbio – Fundo Brasileiro para Biodiversidade e Biofílica S.A. Representa o Brasil no IAG do Programa Piloto do G7. Em 2003, junto com sua esposa Suzana Pádua foi considerado pela revista Time, Herói do Planeta por sua atuação na conservação da biodiversidade.  Entre 1997 e 2007 ganhou seis prêmios conservacionistas, sendo três nacionais e três internacionais. Publicou dois livros e mais de 30 trabalhos em revistas científicas e de divulgação nacionais e internacionais.

Cristiana Saddy MartinsCristiana, ou Cris é a nossa companheira do dia a dia em nossa grande academia “informal”. É ela quem coordena a turma Extra-Campus Bahia, e faz isso cheia de entusiasmo, e orientando o barco para o seu destino.

Veterinária pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, especialista em Primatologia pela UNB e em Wildlife Management pelo Smithsonian Institution. Mestre em Ecologia pela Universidade Estadual de Campinas e Doutora em Ecologia pela Universidade Estadual de Campinas. Coordena o Mestrado Profissional em Conservação da Biodiversidade e Desenvolvimento Sustentável, na Escas. Atuou na coordenação do programa de conservação do mico-leão preto do IPÊ por mais de dez anos. Tem experiência na área de Ecologia Animal, com ênfase em manejo de fauna, atuando principalmente nos seguintes temas: primatas, conservação, comportamento e manejo de espécies ameaçadas.

Currículo Lattes

metodologia-cientifica-ipe

Alexandre tem sido o parceiro de toda hora. De cara, ele nos ensina a se manter “de boa”. Gosta de pesquisar, de estudar e de ensinar. Ensina metodologias, e aplicativos de estatísticas que fazem alguns se sentirem intelectualmente infantis, como o tal do “R”.

Mas no final ficamos felizes pela concentração adicional, já que tantos  cálculos e fórmulas falam da vida das espécies, e de que forma podemos compreendê-las, e contribuir com a conservação de sua existência.

Alexandre é um “pé no chão”, nos trás de volta a precisão científica, depois de longas viagens filosóficas. Um colega brincou: Ele parece um Japonês mas é paulista, tem a calma de um budista e uma capacidade  inacreditável de alterar ao mínimo, o volume da sua voz. Está muito bom!

“Biólogo, Mestre e Doutor em Ecologia pela Universidade de São Paulo. Pesquisador do IPÊ em Ecologia de Paisagem, com enfoque na fragmentação do habitat, em que busca entender como os organismos, tais como a avifauna, percebem as alterações impostas pelo homem, a fim de propor manejos e orientar planejamentos das paisagens que garantam a viabilidade das espécies mais sensíveis e ameaçadas. Os resultados dos estudos vêm sendo publicados em periódicos internacionais e utilizados para definir ações práticas para a conservação, sobretudo na Mata Atlântica”.

alexandre-metodologia-ipe

Link para o currículo no CNPQ (AQUI)

victor-ranieriGraduado em Engenharia Agronômica pela Universidade de São Paulo (1994), mestrado em Ciências da Engenharia Ambiental pela Universidade de São Paulo (2000) e doutorado em Engenharia Hidráulica e Saneamento pela Universidade de São Paulo (2004). Atualmente é professor doutor da Universidade de São Paulo. Tem experiência na área de Engenharia Ambiental, com ênfase em Instrumentos de Política Ambiental, atuando principalmente nos seguintes temas: áreas naturais especialmente protegidas, avaliação de impacto ambiental, zoneamento ambiental e licenciamento ambiental.

Currículo Lattes

Palestra Proferida no Workshop sobre avaliação integrada de sustentabilidade no contexto do Etanol

victor-raniere-bahia victor-raniere-ipe-serra-grande victor-raniere-slides

victor.ipe

DSC04302Não tem como não se envolver profundamente com o trabalho e experiência de Patricia. Uma pesquisadora que veio nos entregar uma historia de luta, persistência, competência, e “jogo de cintura” para conseguir manter vivos, os programas para a proteção de espécies ameaçadas de extinção. Excelentes informações vem de sua experiência, também um grande exemplo de amor a causa.

“Pesquisadora do Instituto de Pesquisas Ecologicas – IPÊ, atuando nas áreas de Ecológia de Espécies e Paisagens e Medicna da Conservação. Engenheira Florestal, formada pela Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ), Universidade de São Paulo (USP), Mestre em Ecologia, Conservação e Manejo de Vida Silvestre pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), e Doutora pelo Programa de Biodiversity Management do Durrell Institute for Conservation and Ecology (DICE), Kent University, Inglaterra. Desenvolve programas de pesquisa e conservação da anta brasileira na Mata Atlântica e Pantanal. É também Presidente do IUCN/SSC Tapir Specialist Group (CBSG) desde 2000. Participa da Rede Brasileira do IUCN/SSC

Patricia-medici-ipêConservation Breeding Specialist Group (CBSG) desde 2004 como facilitadora, e é membro do Steering Committee da Comissão de Sobrevivência de Espécies (Species Survival Commission) da IUCN International Union for Conservation of Nature. Recebeu quatro prêmios internacionais incluindo o Harry Messel Conservation Leadership Award do Species Survival Commission (SSC) em 2004, Golden Ark Award do Golden Ark Foundation na Holanda em 2008, Whitley Award do Whitley Fund for Nature (WFN) no Reino Unido, também em 2008, e o DICE Research Prize em 2011″.

Currículo Lattes  EBGE

arnoud

O extraordinário professor Arnaud Desbiez encantou aos participantes da Turma III com sua experiência em manejo de conservação da fauna silvestre, e com as técnicas utilizadas para facilitação de processos socioambientais.

Possui graduação em Zoologia – Mcgill University (1998), mestrado em Natural Resource Management – Cranfield University Silsoe (2002) e doutorado em Biodiveristy Management – University of Kent at Canterbury (2007). Atualmente é coordenador regional – Royal Zoological Society of Scotland, coordendor do Conservation Breeding Specialist Group no Brasil, e professor da Escola Superior de Conservação Ambiental e Sustentabilidade.

Currículo Lattes

arnaud-ipe-escas

Compartilhando com a incrível experiência de Arnaud  Desbiez: Avaliação da viabilidade populacional de espécies, planos de proteção, técnicas de facilitação e de resolução de conflitos, e muita motivação para “abraçar uma causa”.

Veja vídeos:  Tatú-bolaporco monteiro, etc.

premio-claudia-2002

Os encontros com Suzana Pádua, logo no início do mestrado foi uma super injeção de otimismo. A Educação Ambiental vivenciada, participativa, e uma avaliação correta dos resultados. Também nos fez conectar o caminho na Educação Ambiental ao autoconhecimento. Muitíssimo interessante te ouvir, e perceber a interação que conseguimos na nossa turma 3. Também, o papo da pizza, e claro, as boas risadas. Valeu professora Suzana!

“Doutora em desenvolvimento sustentável pela Universidade de Brasília e Mestre em educação ambiental pela Universidade da Flórida (EUA). Presidente e uma das fundadoras do IPÊ, participante do WildlifeTrust Alliance no Brasil, fellow Ashoka e líder Avina. Criou e coordenou por três anos, um programa de educação ambiental no Pontal do Paranapanema (SP). Realiza pesquisas em educação ambiental, já publicou diversos trabalhos no Brasil e no exterior e ministra cursos para professores e profissionais de diversos campos de interesse. Ajudou a construir o Centro Brasileiro de Biologia da Conservação (CBBC), centro de capacitação do IPÊ. Recebeu prêmios nacionais e internacionais, como o Prêmio Claudia, em 2002, Prêmio Mulheres mais Influentes do Brasil pela Forbes, Jornal do Brasil e Gazeta Mercantil ,em 2005, o Prêmio Ford Motor Company de Conservação Ambiental, em 2006,  Prêmio Empreendedores Sociais do Brasil, em 2009”.

 

paulo-branco-ipê-escaspaulo branco, mauricio pain e paulo paiva

Super conhecimentos de Paulo Branco nos trouxe uma experiência extraordinária em nosso Extra Campus de Serra Grande, em Uruçuca, no Sul da Bahia. Na foto à esquerda, os mestrandos Turma III, advogado Maurício Paim (Odebrechet), e à direita Paulo Paiva (Eco Estúdio Comunicação). No centro, nosso ilustre professor.

zeze-ipe

Atualização sobre o Código Florestal, por Zezé Zachia. AQUI

DSC09999

sônia-seger-ipê-serra-grande

Sonia Seger Pereira Mercedes – Possui graduação em Engenharia Civil pela Universidade Federal de Viçosa (1988), mestrado em Engenharia Civil e Ambiental pela Universidade Federal de Campina Grande (1993) e doutorado em Interunidades em Energia pela Universidade de São Paulo (2002). Tem atuado na área interdisciplinar de Energia, com ênfase no estudo da organização da produção e distribuição da energia na Sociedade.

Currículo Vitae AQUI

Ninguém pode sair o mesmo, depois de ver o mundo pela lente do consumo e demanda de energia. Excelente!

Capturar LIXO 01 LIXO 02 Map_main_shipping_routes

Daniel Caixeta: Economia Ecológica

daniel-caixeta

Os dilemas da economia. A clássica, que move o mundo e domina o sistema, e a ecológica, que tenta interagir com os valores da natureza, e uma visão estratégica de futuro. O Daniel é o sujeito “bem professor”, super acadêmico, e reforçou  muito as teorias econômicas para nos mostrar os desafios do mundo contemporâneo.  Mais  um encontro incrível em nossa Serra Grande. Valeu Caixeta!

Graduação em Economia pela Universidade Federal de São João del Rei (2004), mestrado em Economia pela Universidade Federal de Uberlândia (2006) e Doutorado em Desenvolvimento Econômico pela Universidade Estadual de Campinas (2010). Atualmente é Professor Adjunto do Instituto de Economia da Universidade Federal de Uberlândia (IEUFU) e Professor Permanente do seu Programa de Pós-Graduação em Economia . Atua na área de Economia dos Recursos Naturais, com ênfase em Economia Ecológica e seu interesse recai principalmente nos seguintes temas: aspectos teóricos e metodológicos da Economia Ecológica; novos métodos de valoração de bens e serviços ambientais; mecanismos de Pagamento por Serviços Ecossistêmicos; interações dinâmicas entre os sistemas econômico, social, físico e biológico; desenvolvimento/crescimento econômico e sustentabilidade; e arranjos institucionais para a sustentabilidade.

“Reflexões sobre o futuro do financiamento ambiental”

aula prof Manoel Serrao 006

Ficamos todos muito impressionados. Uma aula de mecanismos financeiros para conservação com quem está fazendo a roda girar é muito bom. Nada como aprender com quem faz acontecer. Obrigado Serrão pelo “acordão” que entender o nó, e as alternativas de empreender na conservação.

DSC09360

Uma viagem no tempo entre 4,5 bilhões de anos até onde estamos, e para onde estamos indo. O papo tranquilo, cordial e sincero de José Augusto foi a companhia perfeita para refletir um tema tão amplo, e que nos exige um olhar profundo. Conhecer a história cósmica, da terra, da natureza e do homem na busca o conhecimento de sua própria história. A turma agradece de coração.

Leia a Entrevista “Terra de Oportunidades” da Revista de História.